Fazer um exercício físico regularmente é uma prática extremamente saudável e benéfica para o nosso corpo. Por isso, o ideal é que cada um encontre um tipo de esporte que seja prazeroso pra incluir na rotina.

Mas isso depende muito do perfil de cada pessoa, seus objetivos e preferências. Por exemplo, existem aqueles que não se dão muito bem com as tradicionais academias de musculação e preferem variar as modalidades.

Pensando nessa diversidade, montamos um passo a passo para você avaliar o seu perfil e descobrir um tipo de atividade física mais adequada. Quer pensar sobre a sua? Não deixe de ler o post a seguir!

1. Descubra o seu perfil

Para cumprir essa tarefa você deve pensar nos seus gostos e no que você está disposto a fazer para realmente incluir na sua rotina um exercício físico que contribua para sua qualidade de vida.

Por exemplo, uma pessoa extremamente sociável pode não achar tanta graça em fazer uma aula sozinha, sem ter contato frequentemente com outros alunos. Ao contrário, há quem prefira como companhia um fone de ouvido e uma boa playlist.

Então, pense em questões como: você gosta de fazer atividades ao ar livre? Prefere ter o compromisso de um horário marcado para motivá-lo a cumprir com o planejado? Já tem experiência positiva ou negativa com algum esporte? Gosta de socializar ou prefere praticar sozinho?

Enfim, essas são apenas algumas reflexões que podem ajudá-lo a definir suas preferências para esse momento. Quando você age por impulso, sem pensar nesses fatores, a chance de não se adaptar com a atividade e deixá-la de lado é maior.

2. Pense nos seus objetivos

Apesar de todo tipo de esporte trazer benefícios para a saúde, é melhor que você se dedique a um que contribua com os seus objetivos — como perder peso, ganhar músculos, reduzir o porcentual de gordura corporal, entre outros.

Nesse sentido, a indicação de um preparador físico ou de algum especialista na área de saúde pode ser essencial para que você consiga aliar as duas coisas. Inclusive, uma avaliação prévia é importante para reconhecer as suas limitações corporais.

VEJA TAMBÉM  Studio SoulBox, sofisticação e tecnologia para praticar exercícios

Em alguns casos, a pessoa acaba não podendo praticar determinado esporte por alguma restrição médica. É o que acontece com quem têm problemas no joelho, por exemplo, e devem evitar atividades com muito impacto para não correr o risco de sobrecarregá-lo.

3. Avalie a sua rotina

Seus horários são flexíveis? Você trabalha? Não tem muito tempo disponível? Prefere fazer exercícios de manhã ou à noite? Todas essas questões podem influenciar na sua escolha por um tipo de esporte perfeito.

Afinal de contas, ele deve se encaixar na sua rotina de maneira que você consiga praticá-lo com frequência. Ou seja, se a aula de dança ou luta que você deseja fazer é no mesmo horário que você sai do trabalho, dificilmente você conseguirá chegar a tempo.

Logo, a ideia é encontrar os intervalos disponíveis que você terá para cuidar mais da sua saúde e fazer uma atividade física. Então, depois de observar sua agenda, busque alternativas para conciliar os seus compromissos.

4. Procure opções próximas a você

Pensando em facilitar o seu dia a dia, uma boa dica é procurar opções de exercícios que estejam próximos à sua casa, ao trabalho ou de outros lugares que você costuma frequentar.

Imagine que você tenha optado por fazer natação, mas a academia que oferece essa modalidade fica muito distante. Isso torna bastante provável que você deixe de nadar caso saia do trabalho cansado, demore muito tempo no trânsito, se tiver um jantar programado ou qualquer outro imprevisto.

Portanto, é melhor escolher alternativas acessíveis e que atendam às suas necessidades, o que ajuda ainda a economizar tempo para os outros afazeres. Uma boa solução são os planos flexíveis que permitem fazer diversas modalidades e treinar em diversas academias por uma única modalidade.  Além da tradicional musculação, é possível fazer atividades ao ar livre, como corrida, funcional e luta — facilitando que o exercício seja encaixado à rotina.

5. Analise sua condição financeira

Outro fator que pode ser determinante para encontrar um esporte ideal é pesquisar o quanto ele exige do seu orçamento. Algumas modalidades acabam demandando um investimento financeiro maior do que você está disposto a gastar, por exemplo.

VEJA TAMBÉM  Exercícios de glúteos e pernas para turbinar seu treino

Em vista disso, vale a pena procurar informações com outras pessoas ou até mesmo na internet sobre as despesas mais comuns com equipamentos, roupas, acessórios, entre outros.

No fim das contas, esse detalhe pode fazer uma boa diferença no seu bolso. Mas é claro que se você estiver disposto a investir, isso pode servir até como uma motivação para seguir adiante!

6. Teste algumas alternativas

Encontrar o esporte perfeito geralmente exige um pouco de paciência para que você teste diversas alternativas até achar aquela que lhe pareça mais agradável. Então, é importante experimentar algumas modalidades para conhecê-las melhor.

Por exemplo, algumas pessoas acham que jogar tênis não requer tanta técnica ou que correr meia maratona não exige tanta dedicação — então a prática dessas atividades é capaz de revelar o contrário.

Quando você fica resistente a provar outros tipos de exercícios, pode acabar perdendo a oportunidade de ser surpreendido por uma nova sensação. Pensando nisso, uma boa ideia é escolher um plano que consiga abranger diferentes academias e modalidades, para que você possa variar os horários e tipos de treino.

7. Seja persistente para adquirir o novo hábito

Por fim, é preciso esforço e persistência para encontrar o esporte ideal para você. Dificilmente as pessoas conseguem adaptar a rotina e realmente adquirir um novo hábito do dia para a noite.

Mas você deve considerar que levar um estilo de vida mais saudável é essencial e ajuda no funcionamento de todos os sistemas do organismo, no controle do peso, na postura corporal, além de afastar lesões e doenças — e até mesmo o estresse do dia a dia.

Em razão disso, tente estabelecer como meta essa missão e não deixe de fazer tentativas até encontrar a melhor opção para você. Mesmo com o cansaço, o seu corpo liberará hormônios (como a endorfina e a serotonina) capazes de proporcionar maior sensação de bem-estar e prazer.

E aí, gostou das dicas para descobrir o tipo de esporte perfeito para você? Para continuar acompanhando outras publicações, não deixe de seguir o nosso perfil no Facebook e no Instagram!