Fazer as pazes consigo mesmo é importante para se sentir bem esteja onde estiver, aproveitando a própria companhia a qualquer hora e lugar. Para isso, vale a pena seguir o que prega o mindfulness e aprender a focar no momento presente. O bacana é que existem diversos exercícios que ajudam a diminuir o estresse e a alcançar o chamado estado de atenção plena, com opções de modalidades in e outdoor.

Para saber mais sobre os benefícios da técnica que conquistou de atletas de alta performance a amadores, bem como entender o papel dos exercícios nesse processo, acompanhe o post!

O que é mindfulness e quais são seus impactos?

Mindfulness significa atenção plena. A técnica de meditação busca manter 100% da consciência no que se está fazendo aqui e agora — algo que em tempos de estímulos constantes, correria e excesso de informações se mostra desafiador, mas, por isso mesmo, essencial.

Dessa forma, a prática tenta evitar com que as pessoas ajam no modo automático, deixando escapar momentos especiais, oportunidades valiosas etc.

Também procura impedir que se percam em lugares inexistentes, direcionando seus pensamentos para um futuro imaginário de onde, muitas vezes, decorrem ideias negativas que na verdade não passam de suposições.

Assim, o mindfulness previne o sofrimento por antecipação, trocando a vulnerabilidade pela inteligência emocional.

Entre seus benefícios, destacam-se, ainda, o aumento da calma, da empatia e da autoconfiança. Por isso, além de melhorar as relações sociais (pessoais e profissionais), também colabora com a relação que cada um tem consigo mesmo.

O melhor é que, apesar de ter sua origem ligada à filosofia budista, o mindfulness não necessita de uma sala silenciosa para ser praticado. Na verdade, qualquer hora, especialmente as mais atribuladas, é perfeita para exercitá-lo.

Quais exercícios ajudam a alcançar a atenção plena?

Atletas de alto rendimento relatam que, graças ao mindfulness, conseguem liberar seus pensamentos de emoções e sentimentos aleatórios para agir de maneira otimizada quando mais precisam.

No caso de não-atletas, são os exercícios que ajudam a alcançar o estado de mindfulness e, a partir de então, estender seus benefícios para diversos momentos do dia a dia. Isso acontece porque algumas atividades são especialmente úteis para quem precisa aprender a controlar a respiração e adquirir maior consciência corporal.

Confira, a seguir, exercícios oferecidos em estúdios e academias que ajudam a treinar a mente e melhorar o estado de autoconsciência.

Yoga

Melhorar a respiração e a concentração estão entre os principais motivos que levam as pessoas a começar a fazer Yoga.

Por mais estressados que estejam, nas academias com aulas de Yoga os alunos conseguem desocupar a mente, concentrando-se inteiramente naquele momento.

Mais do que isso, a prática constante permite adquirir a consciência necessária para que a mente influencie o corpo positivamente, fazendo com que o organismo funcione com mais equilíbrio e a paz interior reflita no bem-estar diário.

VEJA TAMBÉM  7 exercícios para detonar o estresse

Alongamento

O alongamento é muito mais do que dar uma esticada no corpo quando sente algum músculo reclamar. Tanto que existem academias que oferecem aulas de alongamento para trabalhar cada grupo muscular separadamente, com toda a atenção merecida. As primeiras sessões, aliás, revelam o quanto maltratamos os nossos corpos na rotina diária.

Porém, as dores sentidas ajudam a aumentar a consciência corporal e, consequentemente, ter mais atenção após a atividade, tomando mais cuidado ao executar movimentos comuns do dia a dia.

Pilates

O pilates é reconhecido por proporcionar a melhora do condicionamento físico e mental. Porém, sem concentração é impossível praticá-lo, porque para executar os exercícios de força, flexibilidade e resistência corretamente é preciso estar focado, sem se deixar levar por distrações.

Nas academias com aulas de pilates são oferecidos exercícios relacionados à melhora postural, por meio de esforços nos quais há grande atenção à respiração.

Ao levar esse aprendizado para fora dos estúdios, os praticantes se tornam mais conscientes em relação aos seus hábitos, melhorando uma série de comportamentos.

Ginástica postural

Nas academias com aulas de ginástica postural, os alunos encontram tudo que precisam para melhorar o alinhamento do corpo. Isso acontece porque esses exercícios são voltados, especificamente, para a reorganização e revitalização dos músculos responsáveis pela sustentação da coluna e das articulações.

O RPG (Reeducação Postural Global), por exemplo, é um dos exercícios para melhorar a postura corporal mais praticados. Seu intuito, além de evitar dores nas costas, melhorar a postura e, até mesmo, a coordenação motora, é promover a manutenção da capacidade física ao longo da vida.

Dessa forma, ao praticá-lo, o indivíduo passa a prestar mais atenção na maneira como realiza as funções básicas do dia a dia, mantendo seu foco no presente.

Corrida ao ar livre

O contato com a natureza, por si só, ajuda a alcançar o estado de atenção plena. Mas não basta sair correndo sozinho por aí, sem conhecer as técnicas necessárias para praticar o esporte corretamente.

Com o aumento da procura, já existem academias que oferecem aulas de corrida em parques. Graças ao serviço de assessoria de corrida, os alunos aprendem a prestar atenção na respiração e nos movimentos do corpo, desligando-se de todo o resto.

Mas não pense que se trata de algo indicado apenas para iniciantes. Muitos atletas recorrem ao mindfulness para lidar com a ansiedade que os quilômetros que ainda têm pela frente podem provocar em meio às maratonas.

VEJA TAMBÉM  Saiba como planejar o seu projeto verão de acordo com a atividade física

Afinal, a técnica os ajuda a tirar a atenção da dor, focar na natureza a sua volta e, quando preciso, a reagir para aumentar o ritmo e ultrapassar outros competidores.

Quais exercícios ajudam a alcançar a atenção plena?

Como o mindfulness pode ser ativado no dia a dia?

Pequenas atitudes ajudam a manter o foco no presente e ativar a prática meditativa em meio às atividades diárias. Para isso, tire proveito da consciência corporal adquirida com as práticas esportivas.

A primeira medida é observar a respiração. Ao acordar, dedique alguns minutos para sentir como o ar entra e sai pelo seu corpo. Repita o processo ao longo do dia, quantas vezes achar necessário.

No começo, é normal que outros pensamentos tomem conta da sua mente. Quando isso acontecer, basta voltar a prestar atenção na respiração, sem se criticar.

Notar o modo como se alimenta também é importante. Preste atenção no paladar, sentindo gostos, cheiros e texturas dos alimentos ingeridos. Isso ajuda, inclusive, a se saciar mais rápido e, consequentemente, a emagrecer sem dietas restritivas.

Já ao caminhar, repare no funcionamento de todo o seu organismo e corrija a postura sempre que necessário. Ao mesmo tempo, não fale ou reaja sem pensar. Aprenda a ouvir e comunique-se com consciência, de preferência quando tiver algo a acrescentar.

Por fim, reserve-se o direito de fazer pequenas pausas ao longo do dia, especialmente ao concluir cada atividade. Tirar alguns minutos para processar os acontecimentos ajuda a refletir e planejar os próximos passos com mais eficiência.

Assim, o mindfulness ajuda a focar em uma atividade de cada vez, além de permitir ver o que realmente importa e auxiliar a eleger prioridades — habilidade valiosa em tempos corridos.

Quem pode se beneficiar dessa prática meditativa?

Estudos comprovam que técnicas de meditação são benéficas a todos, especialmente pessoas que lutam no combate a ansiedade e distúrbios diretamente ligados a ela (insônia, transtornos alimentares etc).

Para ter ideia do seu potencial, em um artigo publicado na revista Lancet, cientistas mostraram que os efeitos de antidepressivos e de práticas baseadas em mindfulness são, em muitos casos, semelhantes.

Agora que você já sabe como alguns exercícios ajudam a chegar ao estado de mindfulness, não deixe de inclui-los em sua rotina. Dedicando sua atenção ao momento presente, você vai melhorar sua performance tanto nos esportes quanto nas demais atividades do dia a dia, aproveitando o que realmente interessa: o aqui e o agora!

Se você gostou deste artigo, baixe nosso e-book exclusivo e aprenda como adotar um estilo de vida mais saudável em 30 dias!