O crossfit é uma modalidade esportiva que mistura treino funcional, condicionamento físico, tonificação muscular e um alto gasto energético. A prática dessa atividade surgiu nos Estados Unidos no ano de 2000, e nos últimos anos caiu no gosto de muitos brasileiros. Justamente por ser recente, não é raro ouvir alguns mitos sobre crossfit.

Para você não se enganar mais, separamos uma lista com 7 das principais afirmações falsas sobre a prática dessa atividade.

Leia o artigo até o final e confira os mitos sobre crossfit para você começar a praticar hoje mesmo!

Mito: No crossfit, o risco de lesão é maior

1. No crossfit, o risco de lesão é maior

Provavelmente você já ouviu ou leu em algum lugar que o crossfit provoca mais lesões do que outros esportes, não é? No entanto, trata-se de um mito, já que o risco de se lesionar durante uma aula é o mesmo que em qualquer modalidade, sobretudo quando praticada sem orientação profissional. Pode acontecer de você se lesionar em algum exercício, mas o risco não é inevitável como muitos dizem por aí.

Uma das possíveis causas de lesões nos boxes é quando o aluno excede seus limites. Apesar desse ser um esporte que estimula que as suas próprias barreiras e limitações sejam quebradas, a evolução nas aulas precisa ser progressiva. Se você chegar querendo levantar 50 quilos de cara e na próxima semana dobrar o valor, é óbvio que isso trará riscos para as suas articulações.

Vale de destacar que o crossfit é um ótimo aliado no tratamento das próprias lesões, já que quando acompanhados por um profissional adequado, os exercícios articulares ou de fortalecimento atuam na recuperação das áreas debilitadas.

2. O esporte é voltado para atletas de alta performance

Essa é uma afirmação bem comum entre os mitos sobre crossfit, pois muitas pessoas acreditam que para iniciar no crossfit é preciso estar com um ótimo condicionamento físico e ser considerado “em forma”.

Entretanto, a verdade é que estamos falando de um esporte totalmente adaptável, que tem como base exercícios que se assemelham aos movimentos naturais do corpo humano, como agachar, esticar as mãos ou levantar pesos. Por essa razão, participantes de diversos níveis de condicionamento físico — desde crianças, jovens, pessoas com necessidades especiais até idosos — podem praticar, desde que com orientação e que os exercícios estejam na intensidade adequada.

VEJA TAMBÉM  Crossfit: saiba o que é, onde treinar e como começar!

Além disso, em uma aula de crossfit é comum termos atletas de diferentes níveis de treinamento, e cabe ao professor esclarecer que todos devem fazer o exercício de acordo com a sua capacidade, e com esforço e treinamento diários é possível evoluir.

3. O crossfit é igual ao treinamento militar

Podemos dizer que esse mito é criado pela mídia em geral ao compartilhar imagens que retratam o crossfit apenas em exercícios que envolvam pneus, cordas ou caixas. Apesar desses exercícios serem aplicados nos boxes, em momentos oportunos, o planejamento das aulas nessa modalidade engloba diversos aspectos.

Existem aulas que são mais voltadas para o treinamento de força, outras com o foco na melhoria do sistema cardiorrespiratório, além desses momentos com o uso de equipamentos que podem se assemelhar a um treinamento militar.

Mito: o crossfit é extremamente competitivo

4. O crossfit é extremamente competitivo

O crossfit possui diversos momentos de competição, em que há disputas individuais ou por equipes, tanto dentro do box quanto em eventos que chegam a ser nacionais. No entanto, dizer que trata-se de um esporte unicamente voltado para a competição é um mito.

É justamente o contrário: apesar dos campeonatos estimularem a competitividade em alguma medida, o que mais se vê em uma aula de crossfit é a cooperação e, acima de tudo, o respeito. No dia a dia dos centros de treinamento é possível perceber também um ambiente amigável e colaborativo, em que o objetivo comum é que cada um supere as suas próprias limitações.

Em geral, existem centros de preparação específicos para competição, então dificilmente alguém vai ficar gritando no seu ouvido, estimulando você a levantar peso contra a sua vontade.

5. Mulheres que aderem a essa atividade ficam musculosas

O ganho muscular envolve diversos fatores que vão desde o do treino intenso a fatores genéticos e dieta equilibrada. Então, se a mulher pratica o crossfit moderadamente, pode emagrecer, perder gordura e ter ganho de massa magra, mas não ficará musculosa nem “grande”, já que o objetivo do esporte não é a hipertrofia.

VEJA TAMBÉM  6 dicas para te ajudar a melhorar o desempenho na academia!

As atletas profissionais dessa modalidade apresentam um corpo musculoso em decorrência do alto nível de preparação, dieta equilibrada e um longo período de treinamento. Nesse sentido, a menos que a praticante combine a prática com exercícios de musculação, o corpo vai ter um ganho de massa moderado, conferindo um porte atlético não necessariamente musculoso. Da mesma forma, dificilmente haverá perda intensa de peso sem uma dieta alinhada com os objetivos.

Mulheres que aderem a essa atividade ficam musculosas

6. Quem tem problema de coluna não pode praticar

Esse também é um mito, pois como vimos, o crossfit é adaptável aos seus limites. A ideia é que quem tem problemas mais simples na coluna possa executar exercícios que não forcem tanto a lombar e se dedique também aos movimentos que melhoram a postura.

Em alguns casos, o recomendado é ter o acompanhamento de um fisioterapeuta que possa guiar os movimentos dos alunos, prevenindo novas lesões.

7. O crossfit custa caro

O crossfit é um tipo de atividade diferente daquelas oferecidas em academias convencionais, e por isso pode ter um custo mais elevado. No entanto, essa modalidade já pode ser encontrada em diversas academias e muitas vezes com custos similares ao de uma academia comum.

Com o Gympass, você pode praticar Crossfit em diversas academias diferentes com preços para todos os bolsos. Além disso, com um único plano você ainda pode experimentar mais de 600 outras modalidades com liberdade, sem taxa de matrícula ou multa de cancelamento.

Você já acreditou em alguns desses mitos sobre crossfit? De uma forma geral, o esporte apresenta uma série de pontos positivos e pode ser uma alternativa para você que busca uma atividade física cheia de motivação, com a oportunidade de se superar e até de fazer novos amigos!

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então confira este post e conheça 7 benefícios do crossfit para o seu corpo!